IMT - Instituto de Medicina Tradicional

COMUNICADO

Esclarecimento a alunos e profissionais das Terapêuticas Não Convencionais.

Os recentes desenvolvimentos em matéria de regulamentação das terapêuticas não convencionais (TNC) têm propiciado o surgimento de diversas dúvidas entre alunos e profissionais do sector. Neste sentido, o IMT – Instituto de Medicina Tradicional, disponibilizou um serviço de esclarecimento das mesmas através do email: regulamentacao@imt.pt.

Além de dúvidas legítimas surgem também, infelizmente, pois a credibilidade do sector é assim continuamente vilipendiada por entidades e indivíduos sem escrúpulos, demonstrações de aproveitamento eticamente, moralmente e deontologicamente altamente reprováveis.

Estranharão os nossos leitores o estilo um pouco inflamado deste comunicado, mas, na verdade, “quem não deve não teme” e temos que insurgir-nos e levantar a voz contra os comportamentos torpes e desleais desta natureza. Nunca pactuámos com essas práticas e não será agora que iremos fazê-lo. Não compreendemos como é que tais indivíduos possam estar encapotados com uma Escola Superior ou uma Universidade, tornando estas, que devem ser instituições respeitáveis e devem promover um comportamento ético e “superior”, em albergue de indivíduos sem escrúpulos que colocam em causa a sua respeitabilidade e a sua vocação de formadores de pessoas ética e profissionalmente irrepreensíveis.

Os critérios de acesso à profissão não estão ainda definidos na sua totalidade, no entanto já são conhecidos vários princípios orientadores através nova lei agora aprovada, o que significa que sabemos, pelo menos, o que não pode ser prometido.

Fazemos questão de referir, a título de exemplo, um aparentemente “inocente” email “pessoal” posto a circular recentemente na internet que, “convenientemente”, é ANÒNIMO, ou pretende sê-lo, pois na verdade torna-se bastante perceptível donde provém e quem é o seu autor pela sua simples análise de conteúdo.

O autor esconde-se cobardemente por detrás do anonimato a fim de não ser chamado à responsabilidade pelas mentiras aí colocadas. No entanto, existem instâncias próprias que lidam com estas situações e o IMT está a elaborar uma queixa formal no sentido de trazer à responsabilidade os autores das mesmas.

Permitimo-nos então utilizar parte do seu conteúdo para formular o nosso esclarecimento, visto que este email está repleto de incorrecções, erros e manipulações da verdade, propositadamente formulados para induzir em erro o cidadão incauto ou menos prevenido, que, de boa fé, procura legitimamente escolher o melhor para a sua formação e o seu futuro.

Partilhar

Download deste Comunicado em PDF